Arbitragem – Dicionário de Negócios

A palavra arbitragem tem dois significados em termos de negócios

  • arbitragem como julgamento de um conflito;
  • arbitragem como atividade do mercado financeiro e de commodities;

 

Arbitragem como julgamento de um conflito

Solução das diferenças entre as partes litigantes é dada por uma pessoa (árbitro ou juiz) individual ou coleti­vamente. O fundamento da arbitragem é a confiança que as partes em litígio depositam no árbitro, e o re­sultado da arbitragem não é passível de recurso.

Arbitragem como atividade do mercado financeiro e de commodities

Consiste em comprar mercado­rias —mas especialmente moeda estrangeira—numa praça e vendê-la em outra por preço maior. Tal ativida­de tende a igualar o preço nas duas praças em questão, exercendo assim uma função reguladora e estabilizadora nos mercados.

Isso ocorre porque o aumento da demanda de uma mercadoria ou de uma moeda numa praça onde o preço é mais baixo faz com que este aumente, ocorrendo o inverso na praça onde o preço é mais elevado.

No Brasil, a arbitragem é predominan­temente cambial: os bancos que operam com moeda estrangeira possuem arbitradores que se encarregam de trocar, nas praças internacionais, de uma para ou­tra moeda estrangeira as disponibilidades de divisas que possuem, assim se precavendo contra possíveis que­das e/ou auferindo lucros com a operação.

A prática de arbitragem é comum no mercado de títulos, ações, metais preciosos e commodities corno trigo, café, soja e outras.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.