Custo da mão-de-obra no Brasil

Quando se fala em custo Brasil, que tira a competividade nacional face aos países estrangeiros, muitos empresários logo pensam nos custos trabalhistas. Realmente temos um dos maiores custos do mundo e, lamentavelmente, o trabalhador brasileiro não recebe tão bem.

Esse paradoxo de alto custo com baixa remuneração deve-se a que boa parte do que é pago na verdade vai para o Governo, federal principalmente. Como poucos empresários sabem realmente aonde vai parar esse dinheiro, apresentamos abaixo a origem desse alto custo. O cálculo é feito sobre o salário bruto.

Grupo 1
1 – INSS Sobre Remuneração Pagos ou Creditados 20,00 %
2 – SESI ou SESC 1,50 %
3 – SENAI ou SENAC 1,00 %
4 – INCRA 0,20 %
5 – Salário Educação 2,50 %
6 – Seguro de Acidente de Trabalho 2,00 %
7 – SEBRAE 0,60 %
8 – FGTS 8,50 %
TOTAL: 36,30 %

Grupo 2
1 – Repouso Semanal Remunerado 20,80 %
2 – Férias 13,30 %
3 – Feriados 4,80 %
4 – Auxilio Doença 1,20 %
5 – Aviso Prévio 2,50 %
TOTAL: 42,60 %

Grupo 3
1 – 13º Salário 12,00 %
2 – Indenização Compensatória ( 50 % dos depósitos do FGTS ) 6,12 %
3 – Vale Transporte 1,50 %
4 – Incidência do Fundo de Garantia do FGTS sobre o 13º salário 0,96 %
5 – Incidência dos Encargos Sociais do Grupo 1 sobre o Grupo 2 15,25 %
TOTAL: 34,61 %
TOTAL GERAL: 114,73%

Esclarecimentos do Grupo 1
Quando se trata de Bancos Comerciais, de Investimentos, Desenvolvimento, Caixa Econômica, Sociedade de Credito, Financiamento, Investimentos, Créditos Imobiliários, Corretoras e Distribuidoras de títulos e Valores Imobiliários, Empresas de Arrendamento Mercantil, Cooperativas de Credito, Empresas de Seguros Privados de Previdência Abertas e Fechadas, além de dos 20,00% é devido a contribuição Adicional de 2,50% nos termos do Art. 3° e seus parágrafos da Lei 7.787/89.

Esclarecimentos do Grupo 2
1 – Repouso Semanal Remunerado:
O Art. 67 da CLT assegura a todo empregado, um descanso semanal de 24 horas consecutivos, preferencialmente aos domingos, retificados pelo Inciso XV do art. 7 da nova Constituição.
– Dias efetivamente trabalhados, 250 dias.
– Dias-ano correspondente ao repouso semanal 52 dias.
52 x 100 x 100 = 20,80%
250

2 – Férias:
– Dias efetivamente trabalhados, 250 dias.
– Média de dias de férias, considerando a dedução de faltas justificadas, 25 dias.
– Fator correspondente ao aumento da remuneração no período de férias, 1,33.
25 x 1,33 = 13,30%
250

3 – Feriados:
A CLT através do art. 70 veda o trabalho em dias de Feriados Nacionais e Feriados Regionais nos termos da lei.
– Dias efetivamente trabalhados, 250 dias;
– Dias feriados não trabalhados e remunerados, 12 dias.
12 x 100 = 4,80%
250

4 – Auxilio doença:
De conformidade com a legislação em vigor, até os 15 primeiros dias de afastamento por doença, constitui encargos da empresa, passando para a Previdência Social a partir do 16 ° dia. Considerando-se que estudos realizados por empresas, pelo menos 10% utilizam-se deste beneficio, e a média de dias será pelo menos 15 dias.
20 x 15 = 1,2%
250

5 – Aviso Prévio:
De conformidade com o Inciso XXI do art. 7 da Nova Constituição, o aviso prévio será de no mínimo 30 dias. O custo do aviso prévio tem como base as 2 horas diárias que o empregado tem direito de receber sem trabalhar, folga facultada pela Lei a fim de procurar novo emprego.
2 x 25 x 100 = 2,5%
8 x 250

Esclarecimentos do Gupo 3
1 – Indenização Compensatória:
A indenização compensatória é de 50% calculados sobre o montante dos depósitos do FGTS.
8 x 1,53 x 50 = 6,12%

2 – Vale-Transporte:
Os encargos do vale-transporte têm representado um percentual de 1,50% nos custos das empresas, conforme estudos realizados pela Fundação Getulio Vargas.

1 comentário em “Custo da mão-de-obra no Brasil”

  1. otavio Filho

    Tudo isso é em parte verdade.
    Mas veja, quanto é o salário bruto sem encargos em um país como os Estados Unidos?
    Qual o valor do salário mínimo por lá?
    Acredito ser mais caro um empregado americano, alemão, sueco que um brasileiro com o salário miserável que aqui se paga somado a todas essas taxas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.